Riscos do açúcar para crianças com menos de 2 anos

A grande maioria das crianças brasileiras vem sofrendo de um mal que afeta não só as brasileiras, mas crianças do mundo todo também: o excesso de açúcar. As próprias escolas vendem guloseimas tão ricas em açúcar que uma criança pode exceder, em um intervalo, a quantidade máxima de açúcar que ela deveria consumir num dia inteiro.

Este problema, muitas vezes, começa muito mais cedo e dentro das próprias casas dessas crianças. O hábito de dar sucos artificiais ou até mesmo naturais para as crianças com menos de dois anos de idade pode ser extremamente prejudicial para suas vidas no futuro.

Entenda a seguir os perigos do consumo de açúcar em excesso pelas crianças e por que é extremamente arriscado que crianças com menos de dois anos consumam este ingrediente.

Riscos do açúcar para crianças com menos de 2 anos

Riscos do açúcar para crianças com menos de 2 anos

Por que o açúcar é um perigo para crianças mais novas?

O açúcar em excesso, assim como qualquer outra coisa, é muito perigoso. Já é perigoso o bastante para pessoas adultas, visto que a quantidade máxima de açúcar que uma pessoa deve ingerir por dia equivale a 25 g.

Sem que percebamos, essa quantidade é excedida com a maior facilidade, pois o açúcar está presente até mesmo em alimentos salgados, ou se transforma em açúcar depois de metabolisado.

Portanto, é de se imaginar os danos que essa substância podem causar numa criança com menos de dois anos, certo?

Além de ser um alimento que possui caloria vazia, isto é, é capaz de fazer com que a pessoa que está ingerindo engorde, porém não tem nenhum valor nutricional, pode levar a criança a desenvolver sobrepeso.

Com o consumo de açúcar nos primeiros anos, as papilas gustativas da criança ficam viciadas, fazendo com que acabe sempre preferindo o doce e passando a rejeitar outros tipos de alimento. Além disso, o açúcar ainda ativa certos neurotransmissores, promovendo a sensação de bem estar, o que contribui bastante para o vício.

Além de todos esses males, o açúcar na infância pode aumentar os riscos das crianças de desenvolverem diabetes, obesidade e outros problemas relacionados.

Portanto, a solução não é cortar o açúcar, porém apresentá-lo para a criança na hora certa e em quantidades seguras, para que ela cresça saudável e possa sempre ingerir açúcar com consciência.

Cotação Online

Digite a quantidade de pessoas por faixa etárias de idade