A radiação dos celulares faz mal?

Cada vez mais utilizamos os celulares em todas as horas do nosso dia, ao acordarmos, enquanto trabalhamos, quando nos deitamos para dormir.

Em literalmente todos os momentos estamos utilizando o celular, o mundo atualmente é inimaginável sem ele.

Porém, nos últimos anos, com o aumento dos casos de câncer – uma das principais causas de morte no mundo todo – vêm crescendo muito as preocupações sobre a ligação entre o celular e o desenvolvimento de tumores malignos.

Confira a seguir mais informações sobre a radiação emitida pelos celulares e se a mesma faz mal.

A radiação dos celulares faz mal?

A radiação dos celulares faz mal?

Emilie van Deventer, diretora do Programa de Radiação de Departamento de Saúde Púlica, disse à empresa BBC que “nas últimas décadas foi realizado um grande número de pesquisas para analisar se as ondas de rádio frequência (RF) colocam em risco a nossa saúde”.

À medida que mais ondas de RF têm aparecido em nossas vidas, a questão a ser resolvida é se existem efeitos prejudiciais por parte de celulares, torres de telefone ou conexões de wi-fi a níveis de exposição ambiental”.

Riscos Potenciais

As ondas de RF dos celulares são “uma forma de energia eletromagnética que está entre ondas de rádio FM e as microondas. Além disso, é uma forma de radiação não-ionizante”.

De acordo com a organização OMS, as ondas emitidas pelos celulares não são fortes o bastante para causar o câncer, pois ao contrário dos tipos mais potentes da radiação (ionizantes), não podem quebrar ligações químicas no DNA. Isso só viria a acontecer, eles explicam, em níveis muito mais altos, tais como os fornos de microondas.

No entanto, especialistas e cientistas estão revendo esta questão. Embora faltem provas, a certeza é de que há potenciais de risco a longo prazo, especialmente relacionados a tumores na cabeça e pescoço, disse a especialista.

Cotação Online

Digite a quantidade de pessoas por faixa etárias de idade