Perigos da ingestão de alimentos “saudáveis”

Os alimentos saudáveis e produtos naturais tem ganhado muita visibilidade nos últimos anos, graças às pessoas mais famosas que apoiam que a ingestão de certas substâncias pode fazer mal para saúde e, até mesmo, impedir o emagrecimento.

Isso é verdade, em partes. Porém esse fato se torna um problema a partir do momento em que as pessoas começam a se basear em outras pessoas para criar sua própria dieta, podendo provocar o efeito contrário.

A seguir você conferirá todas as informações necessárias para que você entenda como os alimentos “saudáveis” podem prejudicar a sua saúde.

Perigos da ingestão de alimentos “saudáveis”

Perigos da ingestão de alimentos

Quando se pensa em alimentos saudáveis, a maior parte das pessoas associa com ganho ou perda de peso o fato de incluir ou não incluir alimentos saudáveis na dieta. Porém, não funciona bem assim.

A polêmica de alimentos com glúten ou sem glúten, por exemplo, ou até mesmo a retirada de alimentos sem lactose da dieta, simplesmente porque dizem que emagrece, é um ato completamente equivocado.

O Glúten

O glúten é uma substância composta de duas proteínas, gliadina e glutenina, que se reúnem quando a farinha e a água são misturadas para fazer uma massa para pão e outros alimentos, dando estrutura e elasticidade. É encontrada no trigo, porém em outros grãos também, como cevada e centeio.

Pessoas realmente celíacas têm ficado extremamente irritadas com a febre da criação de alimentos sem glúten, pois qualquer pessoa banaliza a doença celíaca, sem realmente entender como ela funciona.

Pessoas que possuem a doença não podem ingerir glúten, pois seu sistema imunológico reage à substância e danificando o intestino delgado, impedindo a absorção de nutrientes, podendo causar anemia, perda significativa de peso, inchaços e dores.

Além disso, alimentos que não contém glúten, geralmente, contém mais doses de outras substâncias como gorduras, carboidratos e açúcares.

A lactose

A dieta sem lactose consiste em deixar de consumir o leite e seus derivados que contenham a substância. Cortar esses tipos de alimento, teoricamente, contribuiria para a perda de peso, pois de acordo com certos profissionais da área, a proteína do leite provoca o ganho de peso, além de causar inflamações que favorecem o sobrepeso e obesidade.

Porém, não funciona bem assim. O argumento utilizado pelos profissionais foi que: a lactose e a proteína do leite contribuem sim para o ganho de peso. Porém, não existe correlação entre o leite e seus derivados e o sobrepeso ou a obesidade.

“Quando ocorre a retirada desses alimentos, provavelmente irá ocorrer uma diminuição nas calorias e a pessoa em questão irá emagrecer”, explica o nutrólogo Roberto Navarro.

Perigos da ingestão de alimentos “saudáveis”

Agora que você já sabe dos mitos e verdades sobre alimentos sudáveis, certifique-se sempre das informações sobre esses alimentos antes de mudar sua dieta.

Cotação Online

Digite a quantidade de pessoas por faixa etárias de idade